Rezende confirma que abandonou quimioterapia e diz: ‘A cura está próxima’

O apresentador Marcelo Rezende confirmou nesta quarta-feira (26) que abandonou a quimioterapia e que está apostando em tratamentos alternativos, baseados em mudanças na alimentação, ioga e fé, para se curar do câncer no pâncreas e no fígado. Em vídeo postado em seu perfil do Instagram, ele contou que ficou chateado ao ser criticado pela decisão, mas que não se arrepende, pois “a cura está cada vez mais próxima”.A informação de que o apresentador da Record tinha desistido da quimioterapia após uma primeira rodada do tratamento foi divulgada em primeira mão pelo Notícias da TV no dia 13 de junho.”Uma das coisas que me deixaram triste foi quando eu desisti da medicina tradicional e algumas pessoas, ainda bem que foram poucas, me chamaram de covarde. Mas como posso ser covarde se cada passo que eu dou é orientado pelo meu Pai?”, indaga Rezende no vídeo.O apresentador afirma que abandonar a quimioterapia foi a melhor decisão que tomou. “E não tomei porque eu quis. Eu tomei porque Deus soberano mandou. E olha eu aqui, mais uma vez mostrando que estou me recuperando e que a cura está cada vez mais próxima”, prossegue.Por fim, Rezende pede que seus fãs continuem orando por ele, para que ele fique cada vez melhor. “Eu dependo cada vez mais da sua oração. Que Deus nos proteja e nos abençoe”, finaliza.Difundida no Brasil pelo cardiologista, nutrólogo e autor de livros de autoajuda Lair Ribeiro, a dieta que Rezende está seguindo é rica em proteínas e gorduras. Sem carboidratos, visa “matar as células de fome”, reduzindo o fornecimento de glicose.De acordo com os princípios da dieta cetogênica propagada por Ribeiro, as células cancerígenas só gostam de açúcares e não se alimentam de outra coisa. Cortar o consumo de glicose, portanto, faria os tumores regredirem.Rezende anunciou que luta contra um câncer em uma entrevista ao Domingo Espetacular em 14 de maio, uma semana após ele se afastar do comando do Cidade Alerta. “Eu não tenho medo da morte. Tem gente que tem, mas eu não. Porque o homem que tem fé não tem medo, ele sabe que vai vencer”, disse ele na entrevista.O jornalista parou de fazer quimioterapia logo após revelar a doença publicamente. Como o tratamento tem muitos efeitos colaterais, é normal que seja realizado em ciclos, com até três semanas de descanso após sete dias de químio.

Fonte: Tribunahoje

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *